5 de dezembro de 2014

Os painéis do dia 1 da Comic Con Experience



O primeiro dia de painéis do salão Thunder da Comin Con Experience começou como se esperava, com um pouco de falhas - especialmente em relação a altura do palco - que foi superada com muita boa vontade dos responsáveis pelo evento. No saldo muito mais pontos positivos, que problemas. E se levando em conta que se tratava do primeiro dia, no primeiro evento, as coisas devem ficar ainda mais aprimoradas.

A abertura foi com os caras do site Omelete, responsáveis pelo evento. Eles contaram como foi criar algo tão grandioso para o país e anunciaram os planos da Comic Con Experience se tornar um evento anual, para o delírio dos fãs que lotavam o auditório.

Na sequência entrou o painel dos 30 anos do Chaves, que ganhou em emoção com o recente falecimento de seu protagonista. A presença marcante ficou por conta do ator mexicano Édgar Vivar, intérprete do Seu Barriga e Nhonho, um prato cheio para os fãs do seriado.

Como o tempo não para, a próxima atração aliou nostalgia com excitação, quando o Gonnie Sean Astin pisou no palco. Ele falou sobre a sua carreira, suas experiências em Goonies (1985) é um pouco sobre a sua participação na trilogia dos Senhor dos Anéis. Tudo com muito bom humor e sem fugir das perguntas.

O painel das 16:00 foi o mais fraco devido à falta de habilidade do mediador, que não soube aproveitar a presença dos fodásticos Scott Snyder, Rafael Albuquerque e Sean Murphy, que falaram sobre o título Vampiro Americano, do selo Vertigo, da DC Comics. O ritmo lento foi o ponto baixo e fez transparecer uma falta de preparo para aproveitar melhor estes três ícones do mundo dos HQ's.

E falando em mitos, o próximo painel do dia foi um prato cheio para os fãs da DC Comics. Muito mais pelas presenças, do que pelo conteúdo (tudo era confidencial), a atração contou com Klaus Janson, Sean Murphy, Ivan Reis, Scott Snyder e José Luiz García-Lopez! Desta vez o ritmo foi muito bom e eles contaram um pouco sobre seus métodos de trabalho. Quem ficou de fora sem explicação foi o criador do novo uniforme do Asa Noturna, Eddy Barrows, que estava no evento, a poucos metros do auditório.

O melhor do primeiro dia ficou por conta do último painel que acompanhamos, o da Paramount Pictures, que mostrou com exclusividade o trailer do novo Exterminador do Futuro, com direito a introdução de Arnold Schwarzenegger gravada especialmente para os fãs presentes na CCXP. Além do trailer em resolução 4K, tivemos a chance de acompanhar 15 minutos de Projeto Almanaque, o novo filme da produtora de Michael Bay.

O primeiro dia da CCXP foi sensacional. Claro que houveram alguns problemas, filas longas e etc. Mas nada comparado a qualidade da estrutura, expositores e painéis. O Brasil entrou no mundo das Comic Cons em grande estilo e estamos na torcida que Esta seja a primeira de muitas.

Nos vemos amanhã.
Daniel Dreyer Web Developer

Morbi aliquam fringilla nisl. Pellentesque eleifend condimentum tellus, vel vulputate tortor malesuada sit amet. Aliquam vel vestibulum metus. Aenean ut mi aucto.

Disqus Shortname

sigma2

Comments system

[blogger][disqus][facebook]