O que rolou no dia 2 da Comic Con Experience


Day 2 is upon us. Chegamos ao segundo dia da Comic Con Experience e já pudemos conferir melhoras. O público cresceu consideravelmente em relação ao primeiro dia, mas os serviços, stands e limpeza funcionaram muito bem. De certa forma tudo pareceu um pouco mais organizado.

É claro que houveram alguns problemas, como as filas nos caixas dos stands. Realidade que fez muita gente pular fora e desistir da compra. Então, alô lojas, ano que vem disponibilizem mais caixas.


Neste dia também apareceram mais Cosplays. Todos muito atenciosos e com a simpatia de sempre. E haja paciência para tantos cliques. Até nós do SuperVault não aguentamos e tiramos algumas fotos com Storm Troopers, Mr. Whites e afins.

Também houve a chance de conhecer ídolos que fazem as HQ's mais fodas do mundo de perto, como Ivan Reis, Eddy Barrows, Klaus Janson e Scott Snyder em concorridas sessões de autógrafos.



Já nos painéis, o primeiro que curtimos no auditório Thunder foi sobre o Game Marvel Heroes 2015. Com a presença fodástica do criador do game David Brevik (criador da série de games Diablo), que informou em primeira mão o plano de levar o game para os consoles em um futuro próximo. Ficou claro que os painéis do segundo dia estão mais organizados, apesar de pequenas e compreensivas falhas.


O segundo painel que acompanhamos foi Expandindo o Universo de Star Wars e World of Warcraft na literatura, com a presença dos autores de ficção Christie Golden e Timothy Zahn, que contaram um pouco sobre a experiência de escrever para títulos amados por milhares de fãs.

Um dos pontos mais interessantes foi a colocação de Zahn, que falou que a grande vantagem descrever para Star Wars é não se preocupar com a apresentação de personagens, ou perder tempo explicando o que é um Sabre de Luz, já que estes personagens e conceitos já estão estabelecidos na cultura coletiva.

O ponto negativo do painel foi o áudio, que estava muito baixo, obrigando a todos os fãs a usarem uma super audição para não perder nada. O que foi uma lastima, já que o painel foi um dos mais interessantes de todo o evento.


Já o painel da 20th Century Fox foi simplesmente FODÁSTICO, ganhando o título de melhor painel do Comic Con Experience até o momento. Com vários conteúdos exclusivos e uma introdução do estúdio que deixou os fãs arrepiados, com cenas dos clássicos, como Die Hard, X-men, entre outros.

O primeiro conteúdo foi um clipe de Os Pinguins de Madagascar, a nova animação da FOX que chega aos cinemas no ano que vem. Além de muito divertido, a atração contou com a presença dos próprios personagens no auditório.

Após isso chegou a hora da porrada, com o trailer de Taken 3 (Busca Implacável 3) onde Lian Neeson chuta bundas quando a sua família está em perigo.

Mas, The best for last, a FOX preparou quatro clipes de Kingsman para a galera da Comic Con. E ainda mostrou um trailer exclusivo do filme sobre agentes secretos britânicos, com direito a introdução de ninguém mais, ninguém menos que Samuel L. Jackson, gravada especialmente para os fãs brasileiros presentes no auditório Thunder.

Após a apoteótica apresentação da FOX, precisávamos relaxar. E foi exatamente isso que aconteceu no último painel que acompanhamos, com a presença da trupe do Porta dos Fundos. Que de forma super descontraída, falou sobre o sucesso do grupo e sobre novos projetos.

E como temos falando de Comic Con, não podia faltar uma surpresa. Os caras prepararam um teaser muito bacana do filme do Porta, com direito ao convidado especial Cumpadi Washington. A aventura cinematográfica do Porta chega aos cinemas no ano que vem.


E essa foi a nossa experiência no dia 2 da Comic Con. Painéis fodásticos, conteúdos exclusivos e muita coisa pra ver em pouco tempo. Ainda bem que ainda temos mais dois dias.

Daniel Dreyer

Publicitário, blogueiro, fã de cultura geek, HQ's, filmes, séries e colecionáveis. Planejamento de contas na agência de publicidade Gampi, muito bem casado e papai babão.