PS4 Vs. Xbox One. Quem sai na frente?

O mundo dos gamers está pegando fogo com o anúncio dos consoles de nova geração PS4 (Sony) e Xbox One (Microsoft). Com o lançamento simultâneo dos dois consoles, os jogadores de todo mundo estão se perguntando: quem saiu na frente?

Em uma primeira comparação, chegamos à conclusão que eles têm muito mais semelhanças que diferenças, especialmente no hardware. E, pelo menos à primeira vista, a maior particularidade mesmo é nos controles, já que o do PS4 tem alguns recursos a mais e o do Xbox praticamente só sofreu mudanças de design.

Como ainda não rolou aquela chance de testar os consoles de nova geração, vamos analisar o que já sabemos para descobrir quem saiu na frente nesta briga de bad mother fuckers.

Os dois chegam ao mercado com o processador AMD Jaguar com oito núcleos e uma memória RAM de 8GB. Com uma arquitetura e hardware muito parecidos, as vantagens de cada um ficam nos diferencias de jogabilidade e serviços.

No PS4, por exemplo, você pode jogar com downloads em andamento, ter transmissão de partidas por streaming, assistir o gameplay de um amigo e jogar no lugar dele. Além disso, o portátil PS Vita funciona como controle extra.

Já o Xbox One chega com controle por voz, multitasking, jogos físicos e digitais lançados no mesmo dia, biblioteca de jogos armazenada na nuvem e jogável em outros Xbox One, além disso, ele grava, edita e compartilha gameplays.

A diferença entre os novos consoles é subjetiva. Mas vemos uma leve-pequena-fodástiquinha vantagem no PS4, que desde seu lançamento garantiu aos gamers a possibilidade de jogar o console sem estar conectado a internet. Já a Microsoft, que havia informado que o Xbox One só iria funcionar conectado na web, voltou atrás após o lançamento da concorrente. A mudança de opinião e falta de confiança no produto não pegou bem entre os consumidores.

E você deve estar se perguntando quanto irá pagar para curtir cada um? O valor sugerido do PS4 é de U$399, já o Xbox One chega por U$499 (com o Kinect incluso). Bom jogo!

Daniel Dreyer

Publicitário, blogueiro, fã de cultura geek, HQ's, filmes, séries e colecionáveis. Planejamento de contas na agência de publicidade Gampi, muito bem casado e papai babão.